TOMAZ PIMENTA E CLARA TEIXEIRA VENCEM O ABERTO DO RIO

O mineiro Tomaz Pimenta jogou 66 tacadas, seis abaixo do par e melhor volta do torneio, para faturar o 39º Aberto do Estado do Rio de Janeiro, que terminou neste sábado no Itanhangá Golf Club, na capital do Rio. Entre as mulheres, Clara Teixeira jogou 72, par do campo e melhor volta do torneio feminino, para vencer por quatro de vantagem.

Tomaz, do clube mineiro Morro do Chapéu, começou o último dia na quinta colocação, com 145 tacadas, quatro atrás dos líderes Gabriel Cassinelli, do clube anfitrião, e Pedro Costa Lima, o Pepê, do São Paulo, com 141. Ele também teve que descontar uma tacada de dois jogadores: Leonardo Conrado, do Porto Alegre, e Márcio Sadao, do São Fernando, ambos com 144. Com uma volta perfeita, ele virou o jogo com cinco birdies, um eagle e apenas um bogey, somando um total de 211 tacadas. Conrado, Felipe Navarro (Gávea) e Pepê, com 216 tacadas, terminaram empatados na segunda colocação. Melhor para o gaúcho que ficou na vice-liderança no desempate.

“Foi muito importante poder treinar aqui desde a semana passada”, conta Pimenta, que ficou hospedado no casa do amigo Thor Salen e aproveitou para treinar por cinco dias antes da estreia. “Agradeço ao presidente Arthur Porto Pires, o profissional Nico Barcellos e ao capitão Antônio Lins e Silva por terem liberado o campo para eu treinar e à família Salen, do Thor, que sempre me hospedam quando venho ao Rio”.

Handicap – A categoria de índex até 8,5 foi dominada pelos juvenis do Itanhangá Golf Club. Lucca Horwitz levou a melhor, seguido por Gabriel Cassinelli e Pedro Junqueira. Na índex 8,6 a 14, Leonardo Verde, do Porto Alegre, foi o campeão. O jogador da casa Flávio Conrado ficou com o vice-campeonato, seguido por Tony Yin, também do Itanhangá.

Entre as mulheres, a anfitriã Clara Teixeira jogou a melhor volta do torneio feminino para confirmar a liderança conquistada na véspera. Com um total de 223 tacadas, Clara sobrou na final. Daniela Murray, do São Fernando, ficou na segunda colocação, com 227, seguida por Lucia Guilger, do Clube de Campo de São Paulo, com 237, e Ruriko Nakamura, do Terras de São José, com 240.

Na categoria feminina por handicap, o título ficou com Adriana Oliveira, do Graciosa. Vitória Teixeira, do Itanhangá, ficou em segundo e Jacqueline Lippi, do Teresópolis, em terceiro.

Grande Festa – O Aberto do Estado do Rio de Janeiro foi marcado por dois momentos emocionantes. Na quinta, Pepê comemorou um hole-in-one no buraco 6, um par 3 de 178 jardas. Hoje foi a vez de Cinara Conrado, do Itanhangá, pagar champagne para todos no clube. Ela conseguiu o feito no buraco 17, um par 3 de 117 jardas do tee vermelho.

CLIQUE AQUI E CONFIRA OS RESULTADOS FINAIS.

Ao todo, 105 jogadores participaram do 39° Campeonato Aberto do Estado Rio de Janeiro, que foi válido para o ranking mundial, brasileiro e fluminense. Foram jogados 54 buracos, sendo 18 por dia, nas categorias masculina e feminina. A competição foi organizada pela Federação de Golfe do Estado do Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s